0

It’s Nice That | Aitor Throup fala sobre a criação da arte visual do sexto álbum do Kasabian, For Crying Out Loud

O artista, desenhista de moda e diretor criativo, Aitor Throup, criou a arte visual do sexto álbum de estúdio do Kasabian, For Crying Out Loud, disponível para pré-venda a partir de sexta-feira (17/03).

Inspirado pela liberdade estética encontrada em revistas para fãs de punk, o último trabalho de Aitor usa “amostragem visual” de várias referências de design encontradas na sua própria coleção de registro para criar a arte do álbum, que concilia uma mistura de estilos tipográficos com detalhes em cores primárias e fotografias monocromáticas.

Trabalhando com o fotógrafo colaborador a longo prazo do Kasabian, Neil Bedford — que fotografou o veterano roadie da banda, Rick Graham, para a capa do álbum e as capas dos singles — e o jovem artista visual Daft Apeth, o terceiro trabalho de Aitor para álbuns da banda reconsidera as raízes do design gráfico fazendo “um processo de design seguindo os princípios básicos da composição gráfica.”

Com exclusividade, It’s Nice That encontrou o homem criativo, com base em Amsterdã, para descobrir mais sobre o processo por trás da arte.

Como — e por que — você “desconstruiu” o design gráfico?

Eu realmente quis desafiar a forma como anteriormente eu abordava a direção de arte, pela desconstrução dos instrumentos de design gráfico e as suas fórmulas conhecidas — que usei em trabalhos prévios com o Kasabian. Realmente estou abraçando os fundamentos da composição básica, criando o meu próprio processo de design básico fazendo assim. Eu até quis abraçar e explorar a beleza de fontes padrão.

Também fiquei realmente curioso sobre o processo criativo da “amostragem”, já que é uma técnica raramente explicada de pesquisa de campo, portanto, apropriando múltiplas referências. Eu buscava de fato na minha própria coleção de registros, por determinados tipos de desenhos… Cada um foi comunicativo do seu próprio modo, os seus elementos de design sendo um instrumento de comunicação. Foi quando comecei a pensar em não apenas experimentar, mas mais sobre a “amostragem visual”, explicando o uso de referências do design e se apropriando deles.

Nos conte sobre o processo de criação da arte visual. O que influenciou você?

É o meu terceiro projeto de arte pra álbum do Kasabian e estou realmente orgulhoso por continuar colaborando com eles; por cada projeto que fazemos em conjunto, a nossa língua compartilhada fica muito mais fluída e podemos começar a explorar novos caminhos criativos. Para este projeto, minha abordagem foi bastante diferente do modo que normalmente trabalho. Explorando as fundações-chave do design, fui capaz de exercitar as possibilidades de uso em um sentido mais amplo, desta vez desconstruindo completamente. Sinto que explorei a essência da imagem, da tipografia e da cor, separando-os perfeitamente um do outro. Os meus colaboradores principais foram o incrível fotógrafo Neil Bedford e o artista visual emergente Daft Apeth. Ele é relativamente desconhecido no momento atual, mas você estará vendo mais deste artista nos próximos meses.

Neil fotografou o roadie da banda, Rick Graham, em uma série de retratos monocromáticos como vários “personagens do Kasabian”, cada um imprevisível visualmente do seu próprio modo – duas dessas artes foram lançadas hoje (17/03), mas há outras na série de próximos singles. Rick realmente representa a banda – ele É Kasabian. Ele está com eles desde o começo. É um membro completo, basicamente, um membro da família.

O artista Daft Apeth criou ilustrações digitais originais para acrescentar outra camada ao trabalho, literalmente. Os desenhos originais realmente permitem mais narração da história visual do álbum, refletindo as letras das músicas, a energia e a atitude do álbum em um total.

Nos conte mais sobre o misterioso Daft…

Daft Apeth é um jovem artista visual britânico, alguém que eu estava animado para trabalhar. Realmente encontrei uma nova liberdade de trabalho com ele, que encorajou uma aproximação sem regras do meu lado, permitindo que meus desenhos se libertassem da norma. Ele é bastante peculiar para trabalhar já que ninguém nunca o viu de fato, na vida real.

Fonte: itsnicethat.com
Instagram Daft Apeth: instagram.com/daftapeth_

Kasabian BR: Conheça o novo álbum: For Crying Out Loud; informações

  

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>